Pintura interior
22 de Maio 2018 | Pintura de interior e exterior | Particular

Pintura interior: técnicas e tendências

A pintura interior, para além da importância que ocupa na manutenção e proteção das paredes de um edifício, representa um importante elemento de decoração e personalização de um espaço.

A tarefa é importante e a escolha acertada de técnicas, cores e materiais será essencial no sucesso do resultado final. A Britamontes, especializada em pinturas interiores, reúne algumas das novidades que deve estar a par.

 

Que cores estão mais na moda?

Todos os anos, a Pantone anuncia a cor do ano. Para 2018, a cor do ano é um roxo Ultra Violet, e, essa é, por tradição, a cor/tom referência na moda e na decoração. Mas, as tendências vão além da premiada e, em 2018, há novidades para todos os gostos. Deixamos-lhe quatro propostas arrojadas para pintura interior:

 

Laranja-pêssego

Este tom suave, proporciona um ambiente enérgico e pode ser a cor perfeita para misturar com elementos tropicais.

Verde ácido

Desde 2017, os verdes em tons de musgo já ocupavam as tendências. Em 2018, o verde torna-se um pouco mais ácido e está presente em elementos das várias divisões.

Preto Metálico

Nunca esteve tão na moda pintar uma divisão totalmente de preto – até o teto! O jogo entre tintas metálicas e mate também contribui para um jogo de texturas.

Ultra Violeta

Ultra Violeta é a cor de 2018, distinguida pela Pantone, está presente em inúmeras propostas de pintura e detalhes de decoração, mas está longe de ser uma opção consensual. Arrisca a tendência?

Que materiais são essenciais para a pintura interior?

Depois de escolhida a cor, é importante garantir uma tinta correspondente de qualidade, um primário (tinta a ser aplicada antes da cor final), e alguns materiais de apoio. Estes são aqueles que a Brutamontes nunca dispensa num trabalho de pintura interior:

  • Pincéis – A escolha do pincel depende do trabalho a executar: há pincéis mais adequados a pintar áreas grandes e outros para detalhes e acabamentos. Os melhores modelos são feitos de cerdas naturais.
  • Rolos – Os rolos de melhor qualidade são feitos de lã e são desmontáveis, de forma a facilitar a sua limpeza. Rolos mais baratos, de espuma, têm tendência a criar bolhas de ar e não permitem resultados tão bons.
  • Rolos Especiais – Já existe uma oferta variada de rolos com funções/caraterísticas diferentes: rolos adaptados a superfícies mais rugosas, rolos para tetos (que não pingam) e rolos para lacar.
  • Material de limpeza e proteção de superfícies – Não há nada pior do que, depois de pintar paredes e tetos, encontrar pingos de tinta no chão ou na mobília. Utilizamos rolos de plástico apropriados para proteger todos os objetos e superfícies.

 

Quais os riscos que se correm e os cuidados a ter na pintura de interiores?

Existem alguns riscos associados à pintura das paredes interiores e que dizem respeito, essencialmente, há possibilidade de cometer alguns erros que comprometam o resultado final.

A má aplicação da tinta, ou a escolha errada dos materiais, podem resultar em escorridos, manchas ou bolhas. No início dos trabalhos de pintura interior, temos em conta algumas técnicas:

  • Quantidades de tinta – Um dos riscos a evitar, na pintura de interiores, é faltar a matéria prima essencial: tinta. Fazemos o cálculo certo da tinta necessária para a área a trabalhar e garantimos que adquirimos o mesmo lote de tinta, de forma a evitar desajustes na cor.
  • Libertar o espaço – São retirados da divisão todos os objetos possíveis, desmontados espelhos, molduras e tomadas para que toda a superfície tenha o mesmo acabamento.
  • Elaborar um plano de ação – Antes de “meter mãos à obra” são planeados todos os passos a dar. Por norma, começam-se as pinturas pelo teto, depois parede e, por último, madeiras.
  • Pintura de tetos – Em primeiro lugar, são lavados os tetos, preenchidas falhas ou fissuras com betume ou gesso e aguarda-se que sequem por completo. Após polida toda a superfície, a pintura do teto é feita a rolo, aplicando camadas finas de tinta. O rolo não chega a todos os detalhes e, por isso, cantos e pormenores são pintados a pincel.
  • Pintura de paredes – Tal como para a pintura de tetos, também as paredes são limpas e reparados os buracos e fissuras, evitando o risco de ter resultados finais insatisfatórios e acabamentos irregulares. A pintura é realizada com rolo, utilizando o pincel para junções e cantos.
  • Efeitos na pintura – Além da pintura tradicional, lisa e simples, há quem goste de arrojar e aplicar stencil, esponjados ou experimentar texturas. Antes de avançar com uma destas técnicas, certifique-se que é mesmo esse o resultado final que pretende.

 

Visite a nossa loja Sotinco, na Ramada/Odivelas!

Na nossa loja encontrará uma completa gama de produtos:

  • Tintas
  • Esmaltes
  • Vernizes
  • Impermeabilizantes
  • Colas
  • Acessórios de pintura

Se está a pensar iniciar trabalhos de remodelação e pintura interior, aconselhe-se com os nossos profissionais que o ajudarão na escolha dos produtos e equipamentos mais adequados.

 

Britamontes | Pintura interior

Estamos na Rua Vasco Santana, nº 18 B, Ramada.
De segunda a sexta, entre as 8h00 e as 18h00 e aos sábados entre as 09h30 e as 13h30.
Visite-nos!

 

VER MAIS ARTIGOS